centro de serviços compartilhados

O Centro de Serviços Compartilhados é um sistema antigo, mas pode ser extremamente vantajoso para o seu negócio.

Esse modelo empresarial foi o precursor de diversas multinacionais nos Estados Unidos, e, atualmente, está mudando a forma como as corporações se organizam.

No entanto, para aproveitar todas as vantagens que esse sistema oferece, é importante conhecer mais sobre como ele funciona.

Por isso, confira o guia que preparamos sobre Centro de Serviços Compartilhados, falando o que é, quais seus benefícios e como implantá-lo na sua empresa.

O que é Centro de Serviços Compartilhados?

Centro de Serviços Compartilhados, ou CSC, é um modelo de trabalho que centraliza diversas operações em uma empresa, reunindo vários departamentos em um só lugar como forma de suporte.

Também conhecido por Shared Service Center, esse mecanismo surgiu em 1970, sendo o precursor que permitiu a entrada de multinacionais dinâmicas no país.

No entanto, o CSC só chegou ao Brasil em 1990, e, por isso, muitas pessoas ainda não sabem como ele funciona.

Basicamente, trata-se de um tipo de organização que centraliza uma série de atividades e funções no mesmo local, de forma que possa aumentar a produtividade e trazer mais agilidade nos serviços ao público.

Por exemplo, os Centros de Serviços Compartilhados podem reunir as áreas de administração, marketing, finanças e recursos humanos em um único andar, de modo que operem juntos.

Ou seja, setores que não realizam a atividade-fim da empresa, e podem oferecer suporte no dia a dia, lidando com processos burocráticos e padronizando rotinas.

Geralmente, a CSC reúne equipes e áreas para tarefas simples, em busca de otimizar o trabalho.

Por exemplo, com um Centro de Serviços Compartilhados, o seu melhor profissional de informática não precisa passar o dia formatando um computador, e pode elaborar novos programas para a corporação.

Dessa forma, as atividades mais complexas podem ser feitas sem interrupções, e o setor oferece suporte com menos custos.

Quais os principais benefícios do Centro de Serviços Compartilhados?

O Centro de Serviços Compartilhados certamente traz inúmeros benefícios para a empresa, a começar pelos custos.

Segundo pesquisas, 93% das corporativas que adotaram esse modelo reduziram custos com pessoal, enquanto 74% percebeu uma otimização nos processos do dia a dia.

Isso porque o centro reúne vários profissionais de suporte, sem necessidade de muito pessoal para cada área específica.

Ao otimizar esse setor de ajuda, se economiza com contratações, e agiliza as operações cotidianas, com maior produtividade e, consequentemente, mais lucros.

Além disso, o Centro de Serviços Compartilhados facilita a comunicação entre diferentes departamentos, integrando o serviço e favorecendo o trabalho padronizado.

Todos esses benefícios podem proporcionar uma empresa mais produtiva, que oferece um serviço mais completo para os clientes e tem chances de crescer com um custo-benefício melhor.

Como implantar o Centro de Serviços Compartilhados na minha empresa?

Depois de conhecer mais sobre o Centro de Serviços Compartilhados, certamente você se interessou por adotar esse modelo.

Para isso, o primeiro passo é entender as necessidades do seu negócio. Cada empresa precisa de suporte em áreas específicas, além de poder centralizar serviços específicos.

Assim, vale a pena fazer uma análise completa do que sua corporação precisa. Em seguida, busque adaptar suas equipes, com profissionais qualificados que sejam capazes de exercer essas funções centralizadas.

Por fim, é sempre possível contar com a tecnologia para ajudar na integralização e automação de rotinas.

Isso irá otimizar o processo de toda a empresa, não apenas da equipe de suporte, mas também dos profissionais especializados em suas áreas.

É claro, essa mudança não ocorre do dia para a noite. Por isso, lembre-se de seguir as etapas no ritmo da sua empresa, e testar diferentes modelos até encontrar a centralização que funcione nas suas operações.