Cuidado com o rotativo do cartão

Atrasar a fatura, pagar o mínimo obrigatório e saques feitos no cartão são os principais motivos para entrar nessa verdadeira bola de neve.

O crédito rotativo do cartão de crédito é a linha de financiamento mais cara do sistema financeiro, com juros de até 414,3% ao ano. O Banco Central estima que, em um ano, uma dívida no cartão quintuplica devido a esses juros.

Para esse final de ano, usar o cartão com moderação é a melhor saída. Utilize-o APENAS em caso de urgência, preferindo pagamento a vista ou no débito. Se não conseguir quitar o total da fatura, pague o valor mais alto que conseguir, evitando a todo custo o pagamento mínimo.

Procure não atrasar o pagamento. Após 90 dias de atraso, o seu nome é automaticamente negativado. Caso precise, converse com o banco e busque uma negociação, até mesmo com o parcelamento da fatura.

E lembre-se: o cartão de crédito não pode ser tratado como uma extensão do seu salário. Ele deve ser um aliado nas suas finanças e não o vilão.

 

Fonte: Folha Mercado