Os paulistas se rebelaram contra o governo Vargas e exigiram uma reforma na Constituição. O dia em que começou a revolução se tornou feriado no estado de São Paulo, em memória dos heróis, conhecidos e anônimos, que lutaram por seus ideais.